Terço abençoado de São José

Criar Ambiente de Oração

Escolha um espaço tranquilo e prepare esse lugar de oração colocando nele um crucifixo, uma Bíblia, uma imagem ou quadro de São José. Se possível, ornamente-o com flores, como sinal de amor, e com uma vela acesa, símbolo de fé. Reserve diariamente, no mínimo, quinze minutos para estar na presença de Deus e na companhia de Jesus, Maria e José.

Oferecimento do Terço

“Ofereço este Terço em louvor e glória de Jesus, Maria e José, para que sejam a minha luz, meus guias, proteção, defesa, amparo e fortaleza em todos os meus trabalhos, alegrias, agonias e tribulações. Pelo nome de Jesus e pela glória de Maria, imploro de vós, ó glorioso São José, que alcanceis a graça que desejo (pede-se a graça). Advogai a minha causa, falai em meu favor, no Céu e na Terra, alegrai a minha alma, para honra e glória de Jesus e Maria. Amém.”


Como Rezar o Terço Abençoado de São José
* O processo é o mesmo de como reza o terço mariano. Contempla-se cada mistério. Nas contas grandes reza-se o Pai-Nosso. Nas contas pequenas, a oração “Salve, José”. Já nas contas de intervalo entre um mistério e outro reza-se o Glória ao Pai, seguido da Invocação a São José. * No final do terço reza-se a oração “Salve, Glorioso São José”.
* Mistérios de Deus na Vida e Missão de São José.

1º mistério: contemplamos a Aparição do anjo do Senhor, em sonhos, a José. (Mt 1,18-25);

2º mistério: contemplamos José no presépio com o recém-nascido e Maria. (Lc 2,1-16);

3º mistério: contemplamos a fuga para o Egito. (Mt 2,13-15);

4º mistério: contemplamos a apresentação de Jesus no Templo. (Lc 2,22-39)

5º mistério: contemplamos o reencontro de José e Maria com Jesus, no Templo (Lc2,41-51)

Orações do Terço Abençoado de São José
Salve, José

“Salve, José, agraciado por Deus, o Senhor é convosco.
Bendito sois vós entre os homens e bendito é o fruto do vosso piedoso coração, Jesus. São José, pai adotivo de Jesus, olhai e cuidai de nós, agora e na hora de nossa morte santa. Amém.”

Invocação a São José
“Meu glorioso São José, nas vossas maiores aflições e tribulações o anjo não vos valeu? Valei-me, São José.”

Oração de Agradecimento a São José
“Graças vos damos, glorioso São José, pelos benefícios que todos os dias recebemos de vossas mãos. Dignai-vos agora e para sempre tomar-nos debaixo de vosso poderoso amparo e para mais vos obrigar, vos saudamos com a oração Salve, Glorioso São José:


'Ó Glorioso São José, a quem foi dado o poder de tornar possíveis as coisas humanamente impossíveis, vinde em nosso auxílio nas dificuldades em que nos achamos. Tomai sob a vossa proteção a causa que vos confiamos, para que tenha uma solução favorável. (faz-se o pedido). Ó Pai muito amado, em vós depositamos toda nossa confiança. Que ninguém possa, jamais, dizer que vos invocamos em vão. Já que tudo podeis junto a Jesus e Maria, mostrai-nos que a vossa bondade é igual ao vosso poder. São José, a quem Deus confiou o cuidado da família de Nazaré, sede o pai e protetor da nossa e impetrainos a graça de vivermos e morrermos no amor a Jesus e Maria. São José da Esperança, rogai por nós eu recorremos a vós'.”

Bênção de São José
“São José, em nome da Santíssima Trindade, abençoai-nos e defendei-nos. Ide à nossa frente para nos guiar, atrás de nós para nos proteger e ao nosso lado para nos amparar. Com a vossa súplica, ajudai-nos a sermos perseverantes na fé e no compromisso com o Evangelho, fazendo sempre o bem, para assim alcançarmos, com a graça de Deus, a
glória eterna. Amém!”

 

Terço da Sagrada Família

Vamos rezar pela nossa família e por todas as famílias do mundo!

Creio, Pai-Nosso, Ave-Maria

 

No Pai Nosso Inicial:Bendita sois por Jesus que nasceu em vós!Santa Família de Nazaré, a vós nos consagramos, guiai, sustentai e protegei nossas famílias no amor.

 

1º Mistério:

Contemplamos a Sagrada Família, obra de Deus.Ler Lucas 1, 26-38

No Pai Nosso:Sagrada Família, rogai por nós e dai-nos vosso exemplo!Nas Ave-Marias:Jesus, Maria e José, nossa família vossa é… ( 10 vezes )

 

2º Mistério:

Contemplamos a Sagrada Família em Belém.Ler Lucas 2,1-10

No Pai Nosso:Sagrada Família, rogai por nós, por todos os casais e convertei-nos!Nas Ave-Marias:Jesus, Maria e José, nossa família vossa é…(10 vezes )

 

3º Mistério:

Contemplamos A Sagrada Família no TemploLer Lucas 2,22-30;40-50

No Pai Nosso:Sagrada Família, rogai por nós e nossos filhos!Nas Ave-Marias:Jesus, Maria e José nossa família vossa é… ( 10 vezes )

 

4º Mistério:

Contemplamos a Sagrada Família que foge e regressa do EgitoLer Mateus 2, 13-15;19-23

No Pai Nosso:Sagrada Família, rogai por nós, em nossa esperança de sermos santos…Nas Ave-Marias:Jesus, Maria e José, nossa família vossa é…(10 vezes )

 

5º Mistério:

Contemplamos a Sagrada Família em NazaréLer Lucas 2,39-40,51-52

No Pai Nosso:Sagrada Família, rogai por nossa obediência à Deus!Nas Ave-Marias:Jesus, Maria e José, nossa família vossa é… ( 10 vezes )

 

Oração Final: Sagrada Família, Jesus, Maria e José exemplo de amor e Santidade, acolhe as súplicas que fazemos, para que imitando-vos o mundo seja uma grande família na qual só reine o amor. Por Nosso Senhor Jesus Cristo. Amém!​​

Terço de São José

 

Nas contas grandes:

Meu glorioso São José, nas vossas maiores aflições e tribulações não vos valeu o anjo do Senhor? Valei-me, São José!

 

Nas contas pequenas:

São José valei-me!

 

No final de cada dezena:

Jesus, Maria e José!

 

Concluir o terço com este oferecimento:

 

A vós, glorioso São José, ofereço este terço em louvor e glória de Jesus e de Maria, para que seja minha luz e guia, minha proteção e defesa, minha fortaleza e alegria em todos os meus trabalhos e tribulações, principalmente, na hora da agonia.

Pelo nome de Jesus, pela glória de Maria, imploro o vosso poderoso patrocínio, para que me alcanceis a graça que tanto desejo.

Falai em meu favor, advogai a minha causa no céu, e na terra alegrai a minha alma, para honra e glória vossa, de Jesus e de Maria. 

Assim seja.

Novena de São José

Primeiro dia – São José, pai nutrício de Jesus

 

Amabilíssimo São José, que tivestes a honra de alimentar, educar e abraçar o Messias, a quem tantos profetas e reis desejaram ver e não viram, obtenha-me, com o perdão das minhas culpas, a graça da oração humilde e confiante que tudo alcança de Deus. Acolhei com bondade paternal os pedidos que vos faço nesta novena e apresentai-os a Jesus que se dignou obedecer-vos na terra. Amém.

 

V. Rogai por nós, São José, pai nutrício de Jesus.

R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

 

Para todos os dias:

 

Oremos. Ó Deus, que por uma inefável Providência Vos dignastes escolher o bem-aventurado São José para Esposo de vossa Mãe Santíssima, concedei-nos que aquele mesmo que na terra veneramos como protetor, mereçamos tê-lo no céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

 

Segundo dia – São José, Esposo de Maria Virgem

 

São José, castíssimo Esposo da Mãe de Deus e guarda fiel da sua virgindade… Obtende-me, por Maria, a pureza do corpo e da alma e a vitória em todas as tentações e dificuldades. Recomendo-vos também os esposos cristãos, para que, unidos com sincero amor e fortalecidos pela graça, amparem-se mutuamente nos sofrimentos e tribulações da vida. Amém.

 

V. Rogai por nós, São José, Esposo da Mãe de Deus.

R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos (como no primeiro dia).

 

Terceiro dia – São José, Chefe da Sagrada Família

 

Glorioso São José, que gozastes durante tantos anos da presença e filial afeição de Jesus, a quem tivestes a dita de alimentar e vestir, juntamente com vossa Santíssima Esposa, eu vos suplico me alcanceis o dom inefável de sempre viver em união com Deus pela graça santificante. Obtende também para os pais cristãos a graça do fiel cumprimento de seus graves deveres de educadores e aos filhos, o respeito e a obediência, segundo o exemplo do Menino Jesus. Amém.

 

V. Rogai por nós, São José, Chefe da Sagrada Família.

R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos (como no primeiro dia).

 

Quarto dia – São José, fiel

 

Fidelíssimo São José, que nos deste tão belo exemplo no fiel cumprimento de vossos deveres de protetor da Santíssima Virgem e de pai nutrício do Redentor, rogo-vos me obtenhais a graça de imitar o vosso exemplo na fidelidade a todos os deveres do meu estado de vida. Ajudai-me a ser fiel nas coisas pequenas, para o ser também nas grandes. Alcançai essa mesma graça para todos os que me são caros nesta vida, afim de  chegarmos a gozar no céu o prêmio prometido aos que forem fiéis até a morte. Amém.

 

V.Rogai por nós, São José, exemplo de fidelidade.

R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos (como no primeiro dia).

 

Quinto dia – São José, paciente

 

Bondoso São José, que suportastes com heroica paciência as provações e adversidades na viagem a Belém, na fuga para o Egito durante a vida oculta em Nazaré e me destes o exemplo de admirável conformidade com a vontade de Deus, obtende-me a virtude da paciência nas dificuldades de cada dia. Alcançai também invencível paciência a todos os que suportam pesadas cruzes, afim de que se unam sempre mais a Jesus, divino modelo de mansidão e paciência. Amém.

 

V.Rogai por nós, São José, espelho de paciência.

R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos (como no primeiro dia).

 

Sexto dia – São José, trabalhador

 

Humilde São José, que vivendo em pobreza dignificastes a vossa profissão pelo trabalho constante e vos sentistes feliz em servir a Jesus e a Maria com o fruto de vossos suores, alcançai-me amor ao trabalho, que me foi imposto como dever de estado, procurando cumprir nisto sempre a vontade de Deus. Protegei os lares dos trabalhadores do Brasil contra as influências nefastas dos inimigos de Cristo e da Santa Igreja. Obtende-lhes a graça de santificarem o seu trabalho, pela reta intenção, em tudo conformados com os desígnios da Divina Providência. Amém.

 

V.Rogai por nós, São José, modelo dos trabalhadores.

R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos (como no primeiro dia).

 

Sétimo dia – São José, Protetor da Santa Igreja

 

Glorioso Patriarca São José, Protetor e Padroeiro da Igreja Universal, obtende-me a graça de amar a Igreja como Mãe e de honrá-la como verdadeiro discípulo de Cristo. Rogo-vos que veleis sobre o seu Corpo Místico, como outrora velastes sobre Jesus e Maria. Protegei o Santo Padre e os Bispos, os Sacerdotes e os Religiosos. Alcançai-lhes santidade de vida e eficácia no apostolado. Guardai a inocência da infância, a castidade da juventude, a honestidade do lar, a ordem e a paz da sociedade. Amém.

 

V.Rogai por nós, São José, Protetor da Santa Igreja.

R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos (como no primeiro dia).

 

Oitavo dia – São José, consolo dos enfermos

 

Compassivo São José, esperança dos doentes e necessitados, valei-me em todas as enfermidades e tribulações, alcançando-me plena conformidade com os admiráveis desígnios de Deus. Obtende-me também para mim e para todos pelos quais rezo nesta novena, a cura das enfermidades espirituais, que são as paixões desordenadas, fraquezas, faltas e pecados, e protegei-nos contra as tentações do inimigo da nossa salvação. Amém.

 

V.Rogai por nós, São José, consolo dos enfermos.

R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos (como no primeiro dia).

 

Nono dia – São José, padroeiro dos moribundos

 

Ditoso São José, que morrendo nos braços de Jesus e Maria, partistes deste mundo ornado de virtudes e enriquecido de méritos, assisti-me na hora suprema e decisiva da minha vida contra os ataques do poder infernal. Obtende-me a graça de morrer confortado com os santos Sacramentos, necessários para a minha salvação. Tende compaixão de todos os agonizantes, alcançando-lhes a graça da salvação por intermédio de Maria, vossa Santíssima Esposa. Amém.

           

V.Rogai por nós, São José, padroeiro dos moribundos.

R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos (como no primeiro dia).

 

Oração

 

Glorioso São José, que fostes exaltado pelo Eterno Pai, obedecido pelo Verbo Encarnado, favorecido pelo Espírito Santo e amado pela Virgem Maria; louvo e bendigo a Santíssima Trindade pelos privilégios e méritos com que vos enriqueceu. Sois poderosíssimo e jamais se ouviu dizer que alguém tenha recorrido a vós e fosse por vós desamparado. Sois o consolador dos aflitos, o amparo dos míseros e o advogado dos pecadores. Acolhei, pois, com bondade paternal a quem vos invoca com filial confiança e alcançai-me as graças que vos peço nesta novena. Eu vos escolho por meu especial protetor. Sede, depois de Jesus e Maria, minha consolação, nesta terra, meu refúgio nas desgraças, meu guia nas incertezas, meu conforto nas tribulações, meu pai solícito em todas as necessidades. Obtende-me, finalmente, como coroa dos vossos favores, uma boa e santa morte na graça de Nosso Senhor. Amém!

Novena do Espírito Santo

“Vinde, Espírito de Sabedoria”! Instruí o meu coração para que eu saiba estimar e amar os bens celestes e antepô-lo a todos os bens da terra. (Glória ao Pai...)

 

Vinde, Espírito de Inteligência! Iluminai a minha mente para que entenda e abrace todos os mistérios e mereça alcançar um pleno conhecimento Vosso, do Pai e do Filho. (Glória ao Pai...).

 

Vinde, Espírito de Conselho! Assisti-me em todos os assuntos desta vida instável, tornai-me dócil às Vossas inspirações e guiai-me sempre pelo direito caminho dos divinos mandamentos. (Glória ao Pai...).

 

Vinde, Espírito de Fortaleza! Fortalecei o meu coração em todas as perturbações e adversidades e dai à minha alma o vigor necessário para resistir a todos os meus inimigos. (Glória ao Pai...).

 

Vinde, Espírito de Ciência! Fazei-me ver a vaidade de todos os bens caducos deste mundo, para que não use deles senão para Vossa maior glória e salvação da minha alma. (Glória ao Pai...).

 

Vinde, Espírito de Piedade! Vinde morar no meu coração e inclinai-o para a verdadeira piedade e santo amor de Deus. (Glória ao Pai...).

 

Vinde, Espírito de Temor de Deus! Repassai a minha carne com o Vosso santo temor, de modo que tenha sempre Deus presente e evite tudo o que possa desagradar aos olhos de Sua divina majestade. (Glória ao Pai...).

 

Divino Espírito Santo, eu vos ofereço todas as preces da santíssima Virgem e dos apóstolos reunidos no cenáculo, e a estas uno todas as minhas orações, suplicando-Vos que Vos apresseis em vir renovar a face da terra.

 

- Enviai o Vosso Espírito e tudo será criado.

- E renovareis a face da terra.

 

Oremos:

Ó Deus, que instruístes os corações dos fiéis com a luz do Espírito Santo, dai-nos pelo mesmo Espírito o conhecimento e o amor da justiça e que gozemos sempre da Sua consolação. “Amém”!

Terço Eucarístico 

 

"A Igreja vive de Jesus Eucarístico, por ele é nutrida, por ele é alimentada. A Eucaristia é mistério de fé e, ao mesmo tempo, mistério de luz. Este “mysterium fidei” que se realiza na Eucaristia: o mundo saído das mãos de Deus criador volta a ele, redimido por Cristo”.   João Paulo II, Ecclesia de Eucharistia (6 e 8).

 

Vinde ó Deus, em meu auxílio.

Senhor, socorrei-me sem demora.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, como era no princípio agora e sempre. Amém.

 

I Mistério Eucarístico

Contemplamos Jesus Cristo que instituiu o Santíssimo Sacramento para nos recordar a sua paixão e morte. “O pão que eu vos darei é a minha carne, para a vida do mundo.” (Jo 6, 51).

 

Pai nosso...

Graças e louvares se deem a cada momento, a Jesus no Santíssimo Sacramento. (10 vezes).

  

II Mistério Eucarístico

Contemplamos Jesus Cristo que Instituiu o Santíssimo Sacramento para permanecer conosco todos os dias da nossa vida. “Eu estarei convosco todos os dias, até o fim do mundo.” (Mt 28,20).

 

Pai nosso...

Graças e louvares se deem a cada momento, a Jesus no Santíssimo Sacramento. (10 vezes).

  

III Mistério Eucarístico

Contemplamos Jesus Cristo que instituiu o Santíssimo Sacramento para perpetuar o seu sacrifício por nós, até o fim do mundo. “Fica conosco, Senhor, porque já é tarde e o dia declina.” (Lc 24,29).

 

Pai nosso...

Graças e louvores se deem a cada momento, a Jesus no Santíssimo Sacramento. (10 vezes)

  

IV Mistério Eucarístico

Contemplamos Jesus Cristo que instituiu o Santíssimo Sacramento para fazer-se alimento e bebida da nossa alma.

“Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim Jamais terá fome e aquele que crê em mim jamais terá sede.” (Jo 6,35).

 

Pai nosso...

Graças e louvores se deem a cada momento, a Jesus no Santíssimo Sacramento. (10 vezes)

  

V Mistério Eucarístico

Contemplamos Jesus Cristo que instituiu o Santíssimo Sacramento para visitar-nos no momento da nossa morte, para levar-nos ao paraíso. “Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna.” (Jo 6,54).

 

Pai nosso...

Graças e louvores se deem a cada momento, a Jesus no Santíssimo Sacramento. (10 vezes).

   

 

Novena de Santa Maria Goretti

 

Gloriosa Santa Maria Goretti, sublime modelo de virtude e pureza e cheio das graças de Deus. Abrace este seu fiel servo que a seus pés humildemente se ajoelha.

Eu imploro a vós e a vossa bondade, que erga suas preces ao trono do Senhor.

A vós eu recorro, proteja-me dos perigos que me rodeiam no cotidiano. Que seu escudo me proteja contra meu egoísmo e minha indiferença a Deus e ao próximo. Inspire-me em imitá-la em todas as coisas minha querida Santa Maria Goretti.

Possa a sua benção estar comigo para sempre, de modo que eu possa sempre ver Cristo no próximo e trabalhar para o Seu Reino.

Espero que com sua graça, obtenha para mim junto a Deus, aqueles favores e graças que eu preciso para conseguir vencer as tentações, misérias e aflições do dia a dia.

Que seu coração sempre repleto de amor, compaixão e misericórdia para aqueles que estão aflitos e necessitados, nunca deixe de consolar e assistir aqueles que invoquem a sua poderosa intercessão.

Confiante e com a esperança que ouvirá as minhas preces e obterá para mim junto ao Senhor Deus a graça especial e o favor que reclamo do seu poder e bondade fraternal, muito lhe imploro a graça de (mencionar a graça desejada).

Eu vos imploro que me atendais para vossa maior Gloria e o maior bem de minha alma.

Assim Seja!

Novena a Jesus Eucarístico

 

Oração de São Pedro Julião Eymard.

 

“Adoro”-vos, ò Divino Jesus, vivo e presente na Eucaristia, tesouro inesgotável dos dons celestes; fonte universal de onde o bem, a luz, as virtudes, a felicidade, a bênção, a perfeição e tudo que há de mais puro, belo e santo emanam e difundem-se na Igreja e nas almas.

Pela virtude dessa admirável plenitude, dignai-Vos, vo-lo peço, atendei as minhas humildes suplicas, afastai de minh' alma e de meu corpo os perigos a que estão expostos, e concedei-me a graça de que tenho premente necessidade. Com inabalável confiança vo-lo peço e, em retribuição de vossos benefícios, ofereço-me sem reserva para vos amar, servir e glorificar no adorável Sacramento da Eucaristia. Amém.

São Pedro Julião Eymard, rogai por nós!

 

 

 

Novena ao Santíssimo Sacramento

Primeiro dia

 

1) Leitura Bíblica (Jo 6,22-27)

"No dia seguinte, a multidão que permanecera no outro lado do mar percebeu que aí havia um único barco e que Jesus não tinha entrado nele com os seus discípulos; eles haviam partido sozinhos. Outros barcos chegaram de Tiberíades, perto do lugar onde tinham comido o pão. Quando a multidão viu que Jesus não estava ali, nem os seus discípulos, subiu aos barcos e veio para Cafarnaum, à procura de Jesus. Encontrando-o do outro lado do mar, disseram-lhe: Rabi, quando chegaste aqui? Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: vós me procurais, não por terdes visto sinais, mas porque comestes dos pães e vos saciastes. Trabalhai, não pelo alimento que se perde, mas pelo alimento que permanece até a vida eterna, alimento que o Filho do Homem vos dará, pois Deus, o Pai, o marcou com um selo."

 

            2) Reflexão teológica

            Conforme uma feliz expressão de São Tomás, citado pelo Concílio Vaticano II, a Eucaristia é "a plenitude da vida espiritual. Temos na Eucaristia tudo aquilo que Deus fez e fará para os homens na história da Salvação".

            "Na Eucaristia encerra-se todo o bem espiritual da Igreja, isto é, o mesmo Cristo." Participar na Eucaristia significa não somente receber o Cristo para a nossa salvação, mas também nos empenharmos como sacrifício pessoal, através de uma maior disponibilidade para servir aos outros. Por isto disse Jesus: "Fazei isto em memória de mim."

            A Missa é sacrifício de Cristo e sacrifício da comunidade.

 

Orações finais

            3) Rezemos a oração que o Senhor nos ensinou: Pai Nosso...

            4) Oração de pedido humilde e confiante

            Senhor, concedei-me todas as graças espirituais e temporais que sabeis serem úteis à minha alma; socorrei os meus parentes, benfeitores, amigos e almas do Purgatório. Amém.

 

            5) Jaculatórias

- Graças e louvores se deem a todo o momento, ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento.

- Jesus, eu confio em Vós!

 

Segundo dia

 

1) Leitura Bíblica (Jo 6,28-33)

"Disseram-lhe então: “Que faremos para trabalhar nas obras de Deus”? Respondeu-lhes Jesus: "A obra de Deus é que acrediteis naquele que ele enviou". Então lhe perguntaram: “Que sinal realizas, para que vejamos e creiamos em ti”? Que obra fazes? Nossos pais comeram o maná no deserto, como está escrito: Deu-lhes pão do céu a comer". Respondeu-lhes Jesus: "Em verdade, em verdade, vos digo: não foi Moisés quem vos deu o pão do céu, mas é meu Pai quem vos dá o verdadeiro pão do céu, porque o pão de Deus é o pão que desce do céu e dá vida ao mundo.”.

           

            2) Reflexão teológica

            A comunidade que participa da Eucaristia é convidada a oferecer-se unida ao sacerdote.

            Portanto, não basta unir-se em oração, louvar o Senhor pelos favores que nos proporcionou, e rezar pedindo ajuda e apoio. É necessário se empenhar pessoalmente numa oferta espiritual. O que oferecer? O nosso modo de ser, o nosso modo de agir e de viver, para que se torne cada vez mais conforme o que Deus deseja de suas criaturas. Isto é trabalhar nas obras de Deus.

            A Eucaristia não alcança plenamente o seu fim, se não for um culto em espírito e verdade, como Jesus Cristo falou sobre isto em diálogo com a samaritana, mostrando quem são os verdadeiros adoradores: um culto empenhado em nossa vida e que nos faça testemunhas convictas do amor de Cristo, o Caminho, a Verdade e a Vida.

 

Terceiro dia

 

1) Leitura Bíblica (Jo 6,32-35)

            “... Em verdade, em verdade, vos digo: não foi Moisés quem vos deu o pão do céu, mas é meu Pai que vos dá o verdadeiro pão do céu, porque o pão de Deus é o pão que desce do céu e dá vida ao mundo.

            Disseram-lhe: "Senhor, dá-nos sempre deste pão". Jesus disse: Eu sou o pão da vida.

 

            2) Reflexão teológica

            Quis Jesus que a Eucaristia tomasse a forma de banquete. A grandeza desse banquete decorre do fato de que o mesmo Cristo quis ser para os seus comida e bebida.

            A Eucaristia mostra de verdade as relações de amizade que estreitou com os discípulos e de tornar esta intimidade ainda mais profunda, porque ele não quer somente permanecer com os seus, mas ficar neles. E pede a eles permanecer com Ele e ficar nEle. Foi esta a intenção pela qual Cristo desejou ardentemente comer a Páscoa com os seus, antes de morrer. (Lc 22,15).

 

Quarto dia

 

1) Leitura Bíblica (Jo 6, 35-40).

            "Jesus disse-lhes "EU SOU" o pão da vida. Quem vem a mim, nunca mais terá fome e o que crê em mim nunca mais terá sede. Eu, porém, vos afirmo: vós me vedes, mas não acreditais. Todo aquele que o Pai me der virá a mim e quem vem a mim eu não rejeitarei, pois desci do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou, e a vontade daquele que me enviou é esta: que eu não perca nada dos que me deu, mas o ressuscite no último dia. Sim, esta é a vontade de meu Pai: quem vê o Filho e nele crê tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia."

           

            2) Reflexão teológica

            A instituição da Eucaristia permitiu a Jesus realizar a sua mais profunda aspiração, a de estabelecer a mais íntima união com aqueles que amava e pelos quais estava para consumar sobre a Cruz a sua existência terrena. Permitiu-lhe também renová-la, multiplicando-a no tempo e no espaço. Assim se compreende também por que Jesus exigiria da parte dos Doze uma adesão de fé na Eucaristia, e por que deixaria ir aqueles que recusaram crer na promessa de sua carne ser dada em alimento e seu sangue ser dado em bebida. Era uma recusa de intimidade com Ele, à qual Cristo, não para o seu mas para o nosso bem, atribuía um grande valor.

            O drama das relações entre Deus e os homens encontra sua profundidade na Eucaristia, porque o dom extremo barra contra a indiferença e a incredulidade de muitos, se dá na Eucaristia porque precisamos dela para viver com sinceridade o nosso empenho cristão.

           

Quinto dia

 

1) Leitura Bíblica (Jo 6, 41-46).

            "Os judeus murmuravam, então, contra ele, porque dissera: "Eu sou o pão descido do céu". E diziam: "Este não é Jesus, o filho de José, cujo pai e mãe conhecemos? Como diz agora: "Eu desci do céu?" Jesus lhes respondeu: Não murmureis entre vós. Ninguém pode vir a mim se o Pai, que me enviou, não o atrair; e eu o ressuscitarei no último dia. Está escrito nos profetas: E todos serão ensinados por Deus. Quem escuta o ensinamento do Pai e dele aprende, vem a mim. Não que alguém tenha visto o Pai: só aquele que vem de junto de Deus viu o Pai.”.

           

2) Reflexão teológica

            Não nos esqueçamos que na intenção de Jesus a Comunhão não é recompensa para os justos e para os puros, mas conforto, sustento e auxílio para os débeis e fracos.

            Quando Pio X quis promover a Comunhão frequente, declarou em particular que a Comunhão cotidiana é o remédio cotidiano para as cotidianas fraquezas e fragilidades.

            Por outro lado, quem pode permanecer tão puro e tão digno para merecer e receber a Comunhão?

            Antes que Ele venha a nós, todos sentimos a necessidade de repetir com convicção: "Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo".

            Sabemos que precisamente foi esta a atitude do publicano, bem evidenciada na parábola evangélica, que agradou ao Senhor mais do que o fariseu, que se considerava perto da perfeição.

 

Sexto dia

 

1) Leitura Bíblica (Jo 6, 47-51).

            "Em verdade, em verdade, vos digo: aquele que crê tem a vida eterna. Eu sou o pão da vida. Vossos pais comeram o maná no deserto e morreram. Este pão é o que desce do céu para que não pereça quem dele comer. Eu sou o pão vivo descido do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente. O pão que eu darei, é a minha carne para a vida do mundo."

 

            2) Reflexão teológica

            O sinal de banquete é expressivo: come-se para recuperar as energias perdidas, ou para reforçar aquela que já possuímos. Quanto mais tomamos consciência da nossa fraqueza e das nossas necessidades espirituais, mais devemos recorrer a este sacramento e crer na força que Cristo Eucarístico quer nos comunicar.

            Todos nós temos tanta necessidade de coragem, paciência e perseverança no bem.

            O preceito de Jesus, de nos amarmos mutuamente como Cristo nos amou, é exigente. Isto exige de nossa parte fortes reservas de devoção autêntica, de bondade, de compreensão que pessoalmente não possuímos e que nos são oferecidas de uma maneira particular pela Eucaristia.

            Se a Eucaristia fosse mais recebida sempre como força de amor, a reconciliação entre os homens seria mais fácil e mais frequente; mais generoso seria também o perdão pelas ofensas recebidas.

 

Sétimo dia

 

1) Leitura Bíblica (Jo 6,52-59)

            "Os judeus altercavam-se, dizendo: Como este homem pode dar-nos a sua carne a comer? Jesus lhes respondeu então: "Em verdade, em verdade, vos digo: se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna e eu o ressuscitarei no último dia. Pois a minha carne é verdadeira comida e meu sangue, verdadeira bebida. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. Assim como o meu Pai, que vive, me enviou e eu vivo pelo Pai, também aquele que comer de mim viverá por mim. Este é o pão que desceu do céu. Ele não é como o que os vossos pais comeram e pereceram; quem come este pão viverá para sempre.”.

 

            2) Reflexão teológica

            O sinal do banquete eucarístico, verdadeiramente exprime a profunda realidade de uma Comunhão com a pessoa de Cristo, a doação de sua vida e de seu espírito como princípio de vida nova, o esforço de sua assimilação e a participação ao seu sacrifício.

            Entre as disposições que a celebração Eucarística suscita e desenvolve, uma das mais características é a alegria. Pois o Cristo Eucarístico é o Cristo Ressuscitado; Ele traz consigo a grande alegria da Ressurreição, do triunfo e da Vitória, como Ele mesmo prometera: "O vosso coração alegrar-se-á, e ninguém poderá tirar-lhes a alegria". (Jo 16,22).

            Graças à Eucaristia, a vida cristã pode desenvolver-se num clima de alegria expressiva. A participação à Eucaristia tende a renovar o impulso que anima os cristãos, faz com que a religião não se torne um peso insuportável de obrigações, que nos torna resignados ou nos neguemos a carregar este peso, mas uma expressão de vida e regozijo profundo.

            A Comunhão do Corpo e do Sangue de Cristo, outra coisa não faz que mudar-nos naquilo que com fé assimilamos.

           

Oitavo dia

 

            1) Leitura Bíblica (Jo 6, 60-66).

            "Muitos de seus discípulos, ouvindo-o, disseram: Esta palavra é dura: quem pode escutá-la? Compreendendo que seus discípulos murmuravam por causa disso, Jesus lhes disse: "Isto vos escandaliza? E quando virdes o Filho do Homem subir onde estava antes? O espírito é que vivifica, a carne para nada serve. As palavras que vos disse são espírito e vida. Alguns de vós, porém, não creem". Jesus sabia, com efeito, desde o princípio, quais os que não acreditavam e quem era aquele que o entregaria. E dizia: Por isso vos afirmei que ninguém pode vir a mim, se isto não lhe for concedido pelo Pai. A partir de então, muitos discípulos voltaram atrás e não andavam mais com ele.”.

           

            2) Reflexão teológica

            "O espírito é que vivifica". O encontro com Jesus nos renova. Neste nosso encontro com Jesus-Sacramento, devem prevalecer as atitudes próprias da oração eucarística: agradecimento, a oferta da própria vida, a intenção de por todos os homens agradecer. Devemos renovar diante de Cristo a nossa Comunhão com Ele, no sacramento de sua presença. Tal Comunhão se realiza com o colóquio familiar de palavras ou de silêncio, daquele que é a Palavra feita carne, resposta definitiva da vontade do Pai, e que em síntese contém todas as palavras da revelação. É diante do Tabernáculo que a oração nas suas formas mais simples e nas mais elevadas igualmente tem o valor e lugar privilegiado.

 

Nono dia

 

1) Leitura Bíblica (Jo 6, 67-71).

            "Então, disse Jesus aos Doze: “Não quereis também vós partir”? Simão Pedro respondeu-lhe: “Senhor, a quem iremos”? Tens palavras de vida eterna e nós cremos e reconhecemos que és o Santo de Deus". Respondeu-lhes Jesus: "Não vos escolhi, eu, os Doze? No entanto, um de vós é um demônio!" Falava de Judas, filho de Simão, o Iscariotes. Este, um dos Doze, o haveria de entregar".

           

            2) Reflexão teológica

            Existem tantas maravilhas no cristianismo, mas corremos o risco de nos acostumarmos, ao ponto de não mais enxergá-las. Entre estas maravilhas está a Eucaristia.

            Ao grande desejo de Cristo, deveria corresponder o nosso desejo de acolhê-lo plenamente na nossa existência, a fim de produzir em nossa vida de cada dia todos aqueles frutos de caridade, dos quais os homens e nossos irmãos necessitam.

            Consultamos realmente e com frequência Cristo Eucarístico para os nossos problemas e nos momentos difíceis?

            Temos certeza de encontrar n’Ele a serenidade que procuramos?

            "Sem mim, nada podeis fazer" - disse Jesus.

            Seria ideal responder a estas perguntas como São Pedro:

            "Senhor, a quem iremos? Tens palavras de vida eterna e nós cremos e reconhecemos que és o Santo de Deus".

Novena a Nossa Senhora Desatadora dos Nós

Modo de rezar:

 

1- Faça o sinal da cruz, reze o Ato de Contrição e reflita sobre seus pecados.

2- Reze o Terço (as três primeiras dezenas).

3- Faça a meditação de cada dia da novena.

4- Complete as duas dezenas finais do Terço.

5- Oração à Maria Desatadora dos Nós.

6- Benção Final da Novena.

 

Ato de Contrição

Confesso a Deus todo-poderoso e a vós, irmãos e irmãs, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, atos e omissões, por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos anjos e santos e a vós, irmãos e irmãs, que rogueis por mim a Deus, nosso Senhor.


MEDITAÇÃO EM 9 DIAS

 

1º Dia - Santa Mãe querida, Maria santíssima, que desata os nós que sufocam os teus filhos, estende tuas mãos de misericórdia para mim. Entrego-Te hoje este nó… e todas as consequências negativas que ele provoca em minha vida. Dou-te este nó que me atormenta e me faz infeliz e tanto me impede de unir-me mais a ti e a teu Filho Jesus, meu Salvador. Recorro a ti, Maria Desatadora de Nós, pois confio e sei que nunca desprezas o filho pecador que vem pedir-te auxílio. Eu creio que tu podes desatar esse nó pois tudo te é concedido por Jesus. Eu creio que tu queres desatar o nó porque és minha Mãe. Eu creio que tu o farás porque me amas com eterno amor. Obrigado, Mãe querida.

            Maria Desatadora dos Nós, Desatai todos os nós!

            Quem procura a graça, a encontrará nas mãos de Maria.

 

            2º Dia - Maria, Mãe amada, dispensadora de todas as graças, volto a ti meu coração hoje, reconhecendo-me pecador e necessitado do teu auxílio. Muitas vezes chego a perder as graças que me concedes por causa do meu pecado de egoísmo, de orgulho, de rancor e de falta de generosidade e humildade. Recorro a ti hoje, Maria Desatadora dos Nós, a fim de pedir para mim a teu filho Jesus um coração puro, despojado, humilde e confiante. Viverei o dia de hoje praticando essas virtudes e ofertarei como sinal do meu amor por ti. Entrego em tuas mãos este nó… que me impede de refletir a glória de Deus.

            Maria Desatadora dos nós, Desatai todos os nós!

            Maria ofereceu a Deus todos os momentos do seu dia.

 

3º Dia - Mãe Medianeira, Rainha do Céu, em cujas mãos se encontram as riquezas do Rei, volta os teus olhos misericordiosos para mim hoje. Confio nas tuas mãos santas este nó da minha vida… e todo o rancor, o ressentimento que ele me causa. Peço-te perdão, e a Deus Pai, pelo meu pecado. Ajuda-me agora a perdoar todas as pessoas que conscientemente ou inconscientemente provocaram esse nó. Dá-me, também, a graça de perdoar a mim mesmo por ter provocado esse nó. Só assim poderás desatá-lo. Diante de ti, Mãe querida, e em nome de teu Filho Jesus, meu Salvador, a quem tantas ofensas foram feitas, tendo sido concedido o perdão, eu perdoo agora essas pessoas… e perdoo a mim mesmo para sempre. Obrigado, Maria Desatadora dos Nós por desatar o nó do rancor em meu coração e o nó que agora te apresento. Amém.

            Maria Desatadora dos Nós, Desatai todos os nós!

            Dirija-se à Maria quem deseja graças.

 

4º Dia - Santa Mãe querida, generosa para com todos os que te procuram, tem piedade de mim. Confio em tuas mãos este nó que rouba a paz do meu coração, que paralisa a minha alma e impede-me de caminhar até o meu Senhor e servi-lo com a minha vida. Desata este nó da minha vida, Mãe, e pede a Jesus pela cura da minha fé paralítica que se deixa abater pelas pedras do caminho. Caminhando contigo, Mãe querida, que eu veja essas pedras como amigas, que eu não murmure mais e aprenda a dar graças sem cessar e sorrir confiante no teu poder.

            Maria Desatadora dos nós, Desatai todos os nós!

            Maria é o Sol e ninguém fica sem sentir calor.

 

5º Dia - Mãe Desatadora dos Nós, generosa e compassiva, venho a Ti hoje para renovar a entrega deste nó…, em minha vida e te pedir a sabedoria divina para agir sob a luz do Espírito Santo neste emaranhado de problemas. Nunca ninguém te viu irada. Ao contrário, tão repassada de doçuras eram tuas palavras que se reconhecia o Espírito Santo em tua boca. Tira de mim a amargura, a cólera, o ódio que esse nó me causou. Dá-me, ó Mãe querida, da tua doçura, da tua sabedoria, refletindo tudo em silêncio, no coração. E como estiveste em Pentecostes, roga a Jesus para que eu receba um novo sopro do Espírito Santo neste momento em minha vida. Espírito Santo, vem sobre mim!

            Maria Desatadora dos nós, Desatai todos os nós!

            Maria é rica em poder junto de Deus.

 

6º Dia - Rainha de Misericórdia, confio a ti este nó da minha vida… e rogo-te dar-me um coração de espera enquanto o desatas. Ensina-me a perseverar na palavra viva de Jesus, na Eucaristia, no sacramento da confissão. Enfim, fica comigo e prepara o meu coração para festejar com os anjos esta graça a mim já concedida. Amém. Aleluia!

            Maria Desatadora dos nós, Desatai todos os nós!

            Toda formosa és, Maria, e mancha não há em ti.

 

7º Dia - Mãe Puríssima, venho a ti hoje para suplicar que desates este nó da minha vida…, e me livres das ciladas do Mal. Deus te concedeu grande poder sobre todos os demônios. Renuncio a todos eles hoje, a toda ligação que tive com eles e proclamo Jesus como meu único Senhor e Salvador. Maria Desatadora dos Nós, esmaga a cabeça do Maligno na minha vida e destrói as armadilhas que eles me fizeram provocando esse nó. Obrigado, Mãe querida. Sangue Preciosíssimo de Jesus, liberta-me!

            Maria Desatadora dos nós, Desatai todos os nós!

            Tu és a glória de Jerusalém, a alegria do nosso povo.

 

8º Dia - Virgem Mãe de Deus, rica em misericórdia, tem piedade de teu filho e desata este nó…, na minha vida. Preciso de tua visita em minha vida, como visitaste Izabel. Traz-me Jesus, traz-me o Espírito Santo. Ensina-me a praticar as virtudes da coragem, da alegria, da humildade, da fé, e como Izabel, ficar cheio do Espírito Santo. Faz-me estremecer de alegria em teu seio, Maria. Consagro-te como minha Mãe, minha Rainha, minha amiga. Dou-te o meu coração e tudo o que me pertence (minha casa, minha família, meus bens exteriores e interiores). Sou teu para sempre. Coloca em mim o teu coração para que eu possa fazer tudo o que Jesus me disser.

            Maria Desatadora dos Nós, Desatai todos os nós!

            Vamos, pois, cheios de confiança, para o trono da graça.

 

9 º Dia - Maria Santíssima, advogada nossa, Desatadora dos Nós, venho hoje para agradecer-te por desatares este nó na minha vida. Tu bem conheces os sofrimentos que ele me causa. Obrigado por vires, Mãe, com teus longos dedos de misericórdia, secar as lágrimas dos meus olhos, me acolher em teus braços e me fazeres recebedor de mais uma graça divina.

            Maria Desatadora dos Nós, Mãe querida, a ti agradeço por desatares os nós da minha vida.

            Cobre-me com teu manto de amor, guarda-me na tua proteção, ilumina-me com tua paz!

            Amém!

            Maria Desatadora dos Nós, Desatai todos os nós!

Novena Nossa Senhora Aparecida

 

Oração Inicial

- Meu Deus, vinde em meu auxílio.

- Senhor, apressai-vos em me socorrer.

 

Oração ao Divino Espírito Santo


Oração para todos os dias

Virgem puríssima, concebida sem pecado, e desde aquele primeiro instante toda bela e sem mancha, gloriosa Maria, cheia de graça, Mãe de meu Deus, Rainha dos anjos e dos homens: eu vos saúdo humildemente como Mãe do meu Salvador, que com aquela estima, respeito e submissão, com que vos tratava, me ensinou quais sejam as honras e a veneração que eu devo prestar-vos; dignai-vos, eu vô-lo rogo, de receber as que nesta Novena vos consagro. Vós sois o seguro asilo dos pecadores penitentes, e assim tenho razão para recorrer a vós; sois Mãe de misericórdia, e por este título não podeis deixar de enternecer-vos à vista das minhas misérias; sois depois de Jesus Cristo toda a minha esperança, e por esta razão não podereis deixar de reconhecer a terna confiança que tenho em vós; fazei-me digno de chamar-me vosso filho, para que possa confiadamente dizer-vos: mostrai que sois nossa Mãe!


Primeiro dia
Eis-me aqui aos vossos santíssimos pés, ó Virgem Imaculada! Convosco me alegro sumamente, porque desde a eternidade fostes eleita Mãe do Verbo eterno e preservada da culpa original. Eu bendigo e dou graças à Santíssima Trindade, que vos enriqueceu com este privilégio em vossa Conceição, e humildemente vos suplicamos me alcanceis a graça de vencer os tristes efeitos que em mim produziu o pecado. Ah! Senhora, fazei que eu os vença e jamais deixe de amar a meu Deus.

 

Segundo dia


Ó Maria, lírio imaculado de pureza, eu me congratulo convosco, porque desde o primeiro instante da vossa Conceição fostes cheia de graça e além disto vos foi conferido o perfeito uso da razão. Dou graças e adoro a Santíssima Trindade, que vos concedeu tão sublimes dons; e me confundo totalmente na vossa presença ao ver-me tão pobre de graça. Vós, que de graça celeste fostes tão copiosamente enriquecida, reparti-a com a minha alma e fazei-me participante dos tesouros que começastes a possuir em vossa imaculada Conceição.

 

Terceiro dia
Ó Maria, mística rosa de pureza, eu me alegro convosco, que gloriosamente triunfastes da infernal serpente, na vossa imaculada Conceição, e que fostes concebida sem mácula de pecado. Dou graças e louvo a Santíssima Trindade, que tal privilégio vos concedeu e vos suplico que me alcanceis força para superar todas as tradições do comum inimigo, e para não manchar minha alma com o pecado. Ah! Senhora, ajudai-me sempre, e fazei quem com a vossa proteção, sempre triunfe de todos os inimigos de nossa eterna salvação.


Quarto dia
Ó espelho de pureza, Imaculada Virgem Maria, eu me encho de sumo gozo ao ver que desde a vossa Conceição, foram em vós infundidas as mais sublimes virtudes e, ao mesmo tempo, todos os dons do Espírito Santo. Dou graças e louvo a Santíssima Trindade que com estes privilégios vos favoreceu; e suplico-vos, ó benigna Mãe, que me alcanceis a prática das virtudes, e me façais também digno e receber os dons e a graça do Espírito Santo.


Quinto dia
Ó Maria, refulgente lua de pureza, eu me congratulo convosco, porque o mistério de vossa Imaculada Conceição foi o princípio da salvação de todo o mundo. Dou graças e bendigo à Santíssima Trindade, que assim magnificou e glorificou vossa pessoa, e vos suplico me alcanceis a graça de saber aproveitar-me da Paixão e Morte do vosso Jesus, e que não seja para mim inútil o seu sangue derramado na cruz, mas que viva santamente e salve a minha alma.


Sexto dia
Ó estrela resplandecente de pureza, Imaculada Conceição causasse um imenso gozo a todos os anjos do paraíso. Dou graças e bendigo à Santíssima Trindade, que vos enriqueceu com tão belo privilégio. Ah! Senhora, fazei que eu um dia tenha parte nessa alegria e que possa em companhia dos anjos, louvar-vos e bendizer-vos eternamente.


Sétimo dia
Ó aurora nascente e pura, Imaculada Maria, eu me alegro e exulto convosco porque no mesmo instante da vossa Conceição, fostes confirmada em graça e tornada impecável. Dou graças e exalto a Santíssima Trindade, que somente a vós distinguiu com esse especial privilégio, Ah! Virgem Santa alcançai-me um total e contínuo aborrecimento do pecado sobre todos os outros males, e que antes morra do que torne a cometê-lo.


Oitavo dia
Ó sol sem mácula, Virgem Maria, eu me congratulo convosco e me alegro de que em vossa Conceição vos fosse conferida por Deus uma graça maior e mais copiosa do que tiveram todos os Anjos e todos os Santos no auge de seus merecimentos. Dou graças e admiro a suma bondade da Santíssima Trindade, que vos enriqueceu com tal privilégio. Ah! Senhora fazei que eu corresponda à graça divina, e não torne a abusar dela; mudai-me o coração, e fazei que desde agora comece o meu arrependimento.

 

Nono dia
Ó viva luz de santidade e exemplo de pureza, Virgem e Mãe, Maria Santíssima, vós, apenas concebida, adorastes profundamente a Deus e lhe destes graças, porque, por meio de vós, levantada a antiga maldição, desceu uma grande bênção sobre os filhos de Adão. Ah! Senhora fazei que esta bênção acenda no meu coração um grande amor para com Deus; inflamai-o, para que, constantemente ame o mesmo Senhor, e depois goze eternamente no Paraíso, onde possa dar-lhe as mais vivas graças pelos singulares privilégios a vós concedidos e possa também ver-vos coroada de tamanha vitória.


Jaculatória (ao final de todos os dias)


Senhora Aparecida, milagrosa Padroeira, sede nossa guia nesta mortal carreira!

Ó Virgem Aparecida, sacrário do Redentor, daí à alma desfalecida vosso poder e valor.

Ó Virgem Aparecida, fiel e seguro norte, alcançai-nos graças na vida, favorecei-nos na morte!

Pai Nosso, Ave-Maria, Glória.

Novena de São Padre Pio de Pietrelcina

De 1918 a 1968, ano de sua morte, os estigmas o fizeram sofrer muito. Tudo suportava pela salvação das almas. Unia suas dores às de Jesus na cruz, por amor.

Sofreu insultos, calúnias, foi investigado, até proibido de celebrar Missas para os fiéis. Os médicos realizaram exames em suas chagas e disseram que se tratavam de algo sobrenatural.

Padre Pio buscava no apostolado da Cruz de Nosso Senhor toda a força e a sabedoria para viver a sua missão. Compreendeu desde o início o seu caminho de Cruz e o aceitou imediatamente como vontade de Deus. Por amor, levou sua cruz ao longo da vida.

Suportou com serenidade o sofrimento causado pelas chagas. Respondeu com silêncio às afrontas que lhe faziam, recorrendo à mortificação e às longas horas de oração. (Do Devocionário a São Pio de Pietrelcina)

 

PRIMEIRO DIA

Amado São Pio de Pietrelcina, que trouxeste no teu corpo os sinais da paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo. Tu que carregaste a Cruz por todos nós, suportando os sofrimentos físicos e morais que flagelavam a alma e o corpo em um martírio contínuo, intercede junto a Deus a fim de que cada um de nós saiba aceitar as pequenas e as grandes cruzes da vida, transformando cada sofrimento em um seguro vínculo que nos liga à vida eterna.

 

"Convém acostumar-se com os padecimentos, que agradará a Jesus mandar-vos. O Senhor que não pode sofrer de manter-vos em aflição, virá a solicitar-vos e a conforta-vos com o infundir no vosso espírito nova coragem". Padre Pio

 

Rezar a Coroa do Sagrado Coração de Jesus

 

COROA AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

1 - Ó meu Jesus, que dissestes: "Em verdade vos digo, pedi e recebereis, procurai e achareis, batei e abrir-se-vos-á!" Eis que bato, procuro e peço a graça... Pai Nosso, Ave Maria e Glória.

Sagrado Coração de Jesus, confio e espero em vós!

 

2 - Ó meu Jesus, que dissestes: "Em verdade, vos digo, qualquer coisa que pedis ao meu Pai em meu nome, Ele vo-lo concederá!" Eis que ao Vosso Pai, em Vosso nome, eu vos peço a graça... Pai Nosso, Ave Maria e Glória

Sagrado Coração de Jesus, confio e espero em vós!

 

3 - Ó meu Jesus, que dissestes: "Em verdade, vos digo, passarão o céu e a terra, mas as minhas palavras jamais passarão!" Eis que, apoiado na infalibilidade das Vossas santas palavras, eu Vos peço a graça... Pai Nosso, Ave Maria e Glória

Sagrado Coração de Jesus, confio e espero em vós!

 

Oração: Ó Sagrado Coração de Jesus, a quem uma única coisa é impossível, isto é, a de não ter compaixão dos infelizes, tende piedade de nós, míseros pecadores, e concedei-nos as graças que Vos pedimos por intermédio do Coração Imaculado da Vossa e nossa terna Mãe. São José, Amigo do Sagrado Coração de Jesus, rogai por nós.

 

Rezar a Salve Rainha.

 

SEGUNDO DIA

São Pio de Pietrelcina, que junto Nosso Senhor Jesus Cristo, soubeste resistir as tentações do maligno. Tu que sofreste os golpes e as vexações dos demônios que queriam levar-te a abandonar a tua estrada de santidade, intercede junto ao Altíssimo a fim de que também nós, com o teu auxílio e com aquele de todo o paraíso, encontremos a força para renunciar o pecado e conservar a fé até o dia de nossa morte.

 

"Tenha ânimo e não temas as obscuras iras de Lúcifer. Lembra-te para sempre disto: 'Que é bom sinal quando o inimigo faz barulho e ruge em torno de tua vontade - uma vez que isto demonstra que ele não está dentro'". Padre Pio

 

TERCEIRO DIA

Virtuoso São Pio de Pietrelcina: que tanto amaste a Mãe Celeste ao ponto dela receber cotidianas graças e consolações, intercede por nós junto da Virgem Santa depondo nas tuas mãos os nossos pecados e as nossas frias orações, a fim de que assim em como em Cana de Galileia, o Filho diga sim a Mãe e o nosso nome ser escrito no livro da vida.

 

"Maria seja a estrela, que vos aclare o caminho, mostre os a via segura para ir ao Pai Celeste; ela seja como ancora a qual deveis sempre mais estreitamente unir-vos no tempo da prova" . Padre Pio

 

QUARTO DIA

Casto São Pio de Pietrelcina, que tanto amastes o teu Anjo da Guarda, o qual te guiava, defendia e era o teu mensageiro. A ti as figuras angélicas levaram as preces dos teus filhos espirituais. Intercede junto ao Senhor, a fim de que também nós aprendamos a servir-nos do nosso anjo do Anjo da Guarda, que por toda a nossa vida está pronto a sugerir-nos o caminho do bem e dissuadir-nos da realização do mau.

 

"Invoca o teu Anjo da Guarda, que ele te iluminará e conduzirá. O Senhor colocou-o perto de ti precisamente para isto. Por isso, serve-te dele". Padre Pio

 

QUINTO DIA

Prudente São Pio de Pietrelcina, que nutriste uma grandíssima devoção pelas almas do purgatório, pelas quais te ofereceste como vítima expiatória, roga ao Senhor a fim de que infunda em nós o sentimento de compaixão e de amor que tu tinhas por estas almas, de modo de que nós também consigamos reduzir os seu tempo de exílio, buscando ganhar para elas, com o sacrifícios e orações, a santas indulgências que lhe são necessárias.

 

"Vós Senhor, suplico-te de quer derramar sobre mim os castigos que estão preparados aos pecadores e as almas do purgatório; multiplicai-os da mesma forma sobre mim, desde que convertas e salves os pecadores e livres logo as almas do purgatório". Padre Pio

 

SEXTO DIA

Obediente São Pio de Pietrelcina, tu amastes aos enfermos mais do que a ti mesmo vendo neles Jesus. Tu que em nome do Senhor operaste milagres de curas no corpo, devolvendo a esperança de uma vida e renovamento no Espírito. Roga a Senhor a fim de que todos os enfermos, por intercessão de Maria Santíssima, possam experimentar teu potente patrocínio e através da cura corporal possam tirar vantagens espirituais para agradecer e louvar o Senhor Deus eternamente.

 

"Se depois eu sei que uma pessoa está aflita, seja na alma ou no corpo, o que eu não faria junto do Senhor para vê-la livres dos seus males? Com prazer me carregaria para vê-la salva de todas as suas aflições, cedendo em seu favor os frutos de tais sofrimentos, se o Senhor mo permitisse". Padre Pio

 

SÉTIMO DIA

Bendito São Pio de Pietrelcina, tu que aderiste ao projeto de salvação do Senhor oferecendo teus sofrimentos para desligar os pecadores dos laços de satanás, intercede junto a Deus a fim de que os que não creem tenham a fé e se convertam. Os pecadores se arrependam do fundo do coração, os tíbios, se afervorem na sua vida crista e os justos perseverem no caminho da salvação.

 

"Se a pobre alma pudesse ver a beleza da alma na graça, todos os pecados, todos os incrédulos se converteriam no mesmo instante". Padre Pio

 

OITAVO DIA

Puro São Pio de Pietrelcina, que tanto amaste os teus filhos espirituais, muitos dos quais conquistaste a Cristo a preço do teu sangue, concede também a nós que não te conhecemos pessoalmente, considerarmos teus filhos espirituais, assim que com a tua paterna proteção, com a sua santa guia, e com a força que obterás do Senhor para nós, poderemos, no momento da morte, encontrar-te as portas do Paraíso na espera da nossa chegada.

 

"Se me fosse possível, quereria obter do Senhor somente uma coisa; quereria ser me dissesse: 'vá ao Paraíso', quereria obter esta graça: ‘Senhor, não me deixes ir ao Paraíso até que o último de meus filhos, a última das pessoas confiadas aos meus cuidados sacerdotais não tenha entrado antes de mim'". Padre Pio

 

NONO DIA

Humilde Padre Pio de Pietrelcina, que tanto amaste a santa madre Igreja intercede junto ao Senhor a fim de que mande operário para sua messe e dê a cada um deles a força e inspiração dos filhos de Deus. Pedimos-te, além disto, que intercedas junto da Virgem Maria, a fim de que guie os homens em direção da unidade dos cristãos, recolhendo-os em uma única grande casa, a qual seja o farol de salvação no mar de tempestade que é a vida.

 

"Permaneça sempre agarrado a Santa Igreja católica, porque só ela te pode dar a verdadeira paz, porque só ela possui Jesus Sacramentado que o verdadeiro Príncipe da Paz".

Padre Pio

Terço Abençoado de São José

 
Oferecimento do Terço
“Ofereço este Terço em louvor e glória de Jesus, Maria e José, para que sejam a minha luz, meus guias, proteção, defesa, amparo e fortaleza em todos os meus trabalhos, alegrias, agonias e tribulações. Pelo nome de Jesus e pela glória de Maria, imploro de vós, ó glorioso São José, que alcanceis a graça que desejo (pede-se a graça). Advogai a minha causa, falai em meu favor, no Céu e na Terra, alegrai a minha alma, para honra e glória de Jesus e Maria. Amém.”

Mistérios de Deus na Vida e Missão de São José

1º mistério: contemplamos a Aparição do anjo do Senhor, em sonhos, a José. (Mt 1,18-25);

2º mistério: contemplamos José no presépio com o recém-nascido e Maria. (Lc 2,1-16);

3º mistério: contemplamos a fuga para o Egito. (Mt 2,13-15);

4º mistério: contemplamos a apresentação de Jesus no Templo. (Lc 2,22-39)

5º mistério: contemplamos o reencontro de José e Maria com Jesus, no Templo (Lc2,41-51)

Orações do Terço Abençoado de São José

Salve, José

“Salve, José, agraciado por Deus, o Senhor é convosco.

Bendito sois vós entre os homens e bendito é o fruto do vosso piedoso coração, Jesus. São José, pai adotivo de Jesus, olhai e cuidai de nós, agora e na hora de nossa morte santa. Amém.”

 

Invocação a São José

“Meu glorioso São José, nas vossas maiores aflições e tribulações o anjo não vos valeu? Valei-me, São José.”

 

Oração de Agradecimento a São José

“Graças vos damos, glorioso São José, pelos benefícios que todos os dias recebemos de vossas mãos. Dignai-vos agora e para sempre tomar-nos debaixo de vosso poderoso amparo e para mais vos obrigar, vos saudamos com a oração Salve, Glorioso São José:

'Ó Glorioso São José, a quem foi dado o poder de tornar possíveis as coisas humanamente impossíveis, vinde em nosso auxílio nas dificuldades em que nos achamos. Tomai sob a vossa proteção a causa que vos confiamos, para que tenha uma solução favorável. (faz-se o pedido). Ó Pai muito amado, em vós depositamos toda nossa confiança. Que ninguém possa, jamais, dizer que vos invocamos em vão. Já que tudo podeis junto a Jesus e Maria, mostrai-nos que a vossa bondade é igual ao vosso poder. São José, a quem Deus confiou o cuidado da família de Nazaré, sede o pai e protetor da nossa e impetrainos a graça de vivermos e morrermos no amor a Jesus e Maria. São José da Esperança, rogai por nós eu recorremos a vós'.”

 

Bênção de São José

“São José, em nome da Santíssima Trindade, abençoai-nos e defendei-nos. Ide à nossa frente para nos guiar, atrás de nós para nos proteger e ao nosso lado para nos amparar. Com a vossa súplica, ajudai-nos a sermos perseverantes na fé e no compromisso com o Evangelho, fazendo sempre o bem, para assim alcançarmos, com a graça de Deus, a

glória eterna. Amém!”

Saiba mais

Oratório de São José em Monte-Royal - Canadá

São José, Rogai por nós!

São Irmão André, rogai por nós!

Rua Caetés,135 - Iguaçu - Ipatinga MG - CEP 35162-038

Tel: (31) 3821-7783 - Cel: (31) 9 8608-2463

© 2020 por Marcelo Pereira - Agência Dom e Publicidade

  • Instagram
  • Facebook